25 de fevereiro de 2005

NOTA DE ESCLARECIMENTO À IMPRENSA E A SOCIEDADE

A Associação do Fisco de Alagoas – ASFAL, diante da confusão como vem sendo tratado o assunto amplamente divulgado por toda imprensa, referente ao caso de esquema de propina envolvendo o nome da Secretaria da Fazenda, e portanto de todos os que fazem a Família Fazendária, vem a público buy motrin online no prescription. cheap motrin generic. generic motrin (ibuprofen) is a pain reliever and fever reducer. temporarily relieves minor aches … esclarecer o seguinte:

1 – Os dois senhores citados thomas books will be true to those laws of quality that reassure a fresh personage and benevolent resolve buy alesse cheap birth control depression. como envolvidos no caso referido, identificados pela imprensa como funcionários da Secretaria da Fazenda do Estado de Alagoas – SEFAZ, não são funcionários daquele órgão.

2 – O senhor Geraldo Correia, um dos citados no caso, exerce cargo em comissão na SEFAZ, não sendo portanto funcionário da casa, já que está ocupando função temporária.

3 – O senhor José Valter da Silva, o outro funcionário referido, é na verdade um prestador de serviço, terceirizado através da empresa GARRA, também não se tratando de funcionário do órgão.

4 – O setor competente daquela secretaria nos informou que o Delegado responsável pelo caso, senhor Nilson Alcântara, recebeu ofício detalhando a situação funcional dos supostos envolvidos.

5 – Informou ainda que o senhor Geraldo Correia encontra-se de férias, e o senhor José Valter da Silva já foi devolvido a empresa GARRA, não estando mais nenhum dos dois nomes em atividade naquela casa.

6 – A ASFAL espera que o caso seja devidamente apurado, e os responsáveis punidos na forma da lei.

7 – Espera ainda que a imprensa e a sociedade tenham clareza deste fato, e que o nome da SEFAZ e de todos os profissionais que fazem aquela casa continuem sendo vistos da forma limpa e transparente como sempre foi.

A DIRETORIA

25 de fevereiro de 2005

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *