15 de junho de 2015

As dificuldades de 2015 para o funcionalismo estadual

Estamos atravessando um ano de dificuldades na economia do Brasil. Em Alagoas tivemos grandes mudanças na direção da SEFAZ, voltando a cumprir as atribuições da pasta, notadamente no combate a sonegação fiscal, que ficamos desassistidos no últimos oito anos de governo, onde a maquina estadual de arrecadação foi totalmente sucateada e ações de fiscalização suspensas, trazendo sérios prejuízos a toda sociedade alagoana. A nova equipe formada na SEFAZ, tem desenvolvido ações fiscais que tem resultado no acréscimo da arrecadação, apesar da recessão que assola nosso país.
Toda a categoria do funcionalismo estadual tem sofrido com a crise econômica, pois até agora o governo do estado não anunciou a reposição salarial pelo IPCA do período, devida desde o último mês de maio, o que tem agravado a situação dos servidores, notadamente do poder executivo.

A falta da reposição traz consequências perversas como o endividamento e desmotivação aos servidores. As categorias e seus sindicatos iniciaram mobilizações, que visam reconquistar esse direito, descumprido nos últimos anos do governo anterior.

O estado alega sempre os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF, esquecendo de punir os gestores que a descumpriram, ficando penalizado apenas o servidor estadual.

Nessa edição do jornal “OFisco” destacamos a participação da delegação de Alagoas no 10º congresso nacional e 5º internacional da FEBRAFITE. Apoiamos e incentivamos com a inscrição no evento a participação dos nossos filiados, que formando uma das maiores equipes, se destacou pela participação entusiasmada nos diversos eventos do congresso.
Também enfatizamos a matéria da luta pelo controle dos custos assistenciais do nosso plano de saúde, na área de materiais especiais, que oneram absurdamente a fatura dos planos de saúde e tem sido alvo de investigação pela polícia federal, visando a normalização do mercado com a retirada dos maus profissionais que trazem danos financeiros e de saúde, aos beneficiários dos planos de saúde.

Esperamos a sensibilidade do governo para a resolução da questão salarial dos servidores estaduais e, continuamos, juntamente com as demais entidades representativas da categoria, mobilizados e prontos para a defesa dos nossos direitos.

Unidos somos mais fortes.
Junte-se a nós nesta luta!

15 de junho de 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *