5 de junho de 2013

Você já parou para pensar o que vai deixar para as próximas gerações?

Amigo leitor, quando você finalmente deixar esse vale de lágrimas, vai deixar um mundo melhor do que recebeu ao nascer, por ter feito a sua parte para melhorá-lho? Afinal, o que você vai deixar quando morrer?
( )- Filhos, Livro, uma Árvore, dando seu legado de luz dos ancestrais aos descendentes, com muito amor e carinho; ética e conhecimento, feito uma vida-livro como obra em belas páginas abertas, ilustrada de valores, fruto de sua edificação, melhorando a vida a partir de si próprio, plantando árvores de alegrias, de boas flores e frutos, árvores frondosas que serão semeadas por aí em cativantes reproduções.
( )-Você recebeu o mundo com riquezas injustas, lucros impunes, contrastes sociais, e o que você fez para mudar isso, melhorar a vida, melhorar a família, a sociedade, com seu testemunho de fé, de esperança com obras importantes para promover justiça, pensando que, um dia, ao morrer, tinha feito a diferença.
( )-Você soube escutar, soube construir soube ser um verdadeiro ombro amigo, soube ser um ser-cidadão, sensível e seguro, soube segurar a barra pesada de viver e ainda, literalmente também positivamente e numa boa tirar de letra?
( )-Você por acaso sacou que, um dia, sim, teria que ser feliz, teria isso como conceito puro de viver e sobreviver, com as mãos limpas, aceitando desafios, jogando limpo, não fazendo parte da banda dos contentes, nem alienado e nem tampouco usurpador do espaço de alguém, nem deixando a sua marca em ninguém que não fosse pelo brilho, pelo enlace, pela conquista sadia e pelo sentido plural-comunitário de vida?
( )-Você evoluiu lutando constantemente e muito, lendo muito, estudando sempre, se sacrificando em vários trabalhos, dando seu testemunho pragmático de crescer para ser, vencer para somar, somar para edificar, sendo um orgulho de seu meio e uma honra em sua sociedade, reconhecido por isso também em sua família e parentes?
( )-Você evoluiu desde o curso primário até a faculdade, tem adoração por fazer novos e variados cursos, adora viajar, como se para dar testemunho de que, além de viver, viver é lutar, viver é constante dedicação e a sua determinação mudou trilhas, fez estradas, construiu remos e asas em seu clã e em quem confiava em você?
( )-Você manteve sempre a humildade, deu belos exemplos, foi referencial, sempre acreditou em seus sonhos, sempre proveu os menos favorecidos, soube sempre manter a mão estendida e o amor ao próximo?
( )-Você se saiu melhor no desafio e na dor do que na alegria, mas, apesar de tantos percalços, você sorriu, fez seus familiares e amigos sorrirem, deu sentido brilhante e de energia positiva à vida, nunca precisando do esforço, dinheiro ou sacrifício de ninguém para ser o que é.
( )-Quando vc olha pra trás, vc vê uma evolução brilhante no seu rastro, as pessoas adoram a sua companhia, crescem com vc, vc sabe fazê-las importantes, pois vc adora elogiar, dar valor a quem tem, e, apesar dos calos nas mãos, nos olhos, no cérebro na alma, sabe que grandes batalhas valem a pena, se vc tem o essencial e nunca usurpou, nem foi avaro, tentou ser justo e verdadeiro, você soube seu sal.
( )-Por fim, o seu legado é reconhecido a olhos vistos, não há nenhuma dúvida que vc deixará um mundo melhor do que recebeu ao nascer, então vc continua seguindo em frente, com a sensação do dever cumprido, a consciência tranqüila, pois quando vc se for vão sentir a sua falta e ficará o testemunho irrefutável de seu lastro nessa dimensão existencial, o seu legado tornou o mundo melhor do que vc recebeu ao nascer. Vc foi brilhante.
Se foi assim, então você VIVEU INTENSAMENTE… Parabéns!! Mas, se, paradoxalmente, foi exatamente ao contrário, então você não deixará saudade, você passou em brancas nuvens, nunca viveu exatamente.

* Inspirado no texto de Silas Leite.

5 de junho de 2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *